[ NOTICIAS CIDADE PORTO ]

Porto & Cidade - Mesas de diálogo como instrumento de gestão pública dos portos

Vera Gasparetto - 26 de Julho de 2020

Instrumento já vem sendo implantado no Chile com a participação da sociedade civil e demais agentes do setor
Há 39 anos no Brasil, ele considera o país seu segundo porto de chegada. Carlos Andrés Hernández Arriagada é natural de Valdívia, ao sul do Chile, formada pela parte insular e pelas ilhas de Macera, Corral e Islaterra (onde nasceu) e se caracteriza pelo fato de ter sofrido o pior terremoto da história, nos anos 1960. O pesquisador e professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, da capital paulista, conversou com o Portogente sobre diversos temas ligados aos portos, à infraestrutura e às relações humanas que estão em todas as atividades econômicas. (
CONTINUE A LER)

Hinterlândia: elemento importante à sustentabilidade das atividades portuárias

Vera Gasparetto - 03 de Julho de 2020

Trazemos mais uma reflexão importante sobre a relação Porto & Cidade, debate proposto pelo nosso WebSummit que vem ouvindo diversos segmentos e agentes

Na segunda parte da entrevista, o professor e pesquisador Carlos Andrés Hernández Arriagada aborda a relação que poderia ser benéfica entre a atividade portuária, a cidade e o meio ambiente. Para tanto, destaca a importância de zonas de hinterlândia com planejamento desde a entrada, saída e estocagem de cargas, produção de insumos até o meio final, que o porto. (
CONTINUE A LER)

Portos do Pacífico olham o Brasil como um potencial parceiro

Vera Gasparetto - 08 de Julho de 2020

Trazemos mais uma reflexão importante sobre a relação Porto & Cidade, debate proposto pelo nosso WebSummit que vem ouvindo diversos segmentos e agentes

Na segunda parte da entrevista, o professor e pesquisador Carlos Andrés Hernández Arriagada aborda a relação que poderia ser benéfica entre a atividade portuária, a cidade e o meio ambiente. Para tanto, destaca a importância de zonas de hinterlândia com planejamento desde a entrada, saída e estocagem de cargas, produção de insumos até o meio final, que o porto. (
CONTINUE A LER)

Megaexplosão de Beirute é um alerta aos portos do mundo

Vera Gasparetto - 06 de Agosto de 2020

A megaexplosão causada por 2.750 toneladas de nitrato de amônio armazenadas, há seis anos, no Porto de Beirute, no Líbano, serve de alerta para as atividades que se realizam, diariamente, nos portos do mundo. A advertência é do professor e pesquisador Carlos Andrés Hernández Arriagada, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, que falou com o Portogente. A tragédia devastou a região portuária e entorno da capital libanesa. Até o fechamento desta matéria eram 135 mortos, 5 mil feridos e muitos desaparecidos. O governo libanês ordenou a prisão das autoridades portuárias. (CONTINUE A LER)

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram