[ EXTENSÃO MATA VERDE ]

logo-ods-aberto-e1562085500819.png
extensão capa.jpg

Desenvolvimento para as zonas rurais de produção do café – modelos estratégicos socioeconômicos de subsistência e crescimento da cidade de mata verde em minas gerais.

Tem-se como objetivo nessa extensão a aplicação junto a sociedade civil de um possível plano de ação territorial fundamentado em estratégias (econômicas, sustentáveis, urbanas e sociais) e infraestruturas que permitam pensar pequenas cidades agrícolas através de capital externo advindo de grandes multinacionais para o setor, escolhendo a cidade de Mata Verde, como caso aplicado, devido a sua fragilidade social e empregatícia.
Também busca compreender a importância da economia cafeeira e sua relação com as cidades pequenas do interior de Minas Gerais que não possuem uma infraestrutura sólida para a produção de insumos locais. E, por fim, a necessidade de implantar um espaço onde possam ser atendidas as necessidades da cidade agrícola por meio de programas governamentais, de parcerias ou de infraestruturas que possibilitem o desenvolvimento equitativo da região.

A Hinterlândia, como zona convectiva de distribuição de insumos (Hernández, 2012. pg. 18) advindos do café, caracteriza-se pela zona de potencialidade a partir do desenvolvimento de atividades industriais que desenvolvam a infraestrutura de transporte, custos, serviços e alimentação na região. Com o objetivo de crescimento do território em prol dos cafeicultores e suas demandas produtivas, é possível prever a instalação de uma fábrica, desempenhando papel fundamental na cadeia produtiva do café e tornando-se agente principal para desenvolvimento desta região.A extensão terá como um dos seus focos, o desenvolvimento estrutural de uma nova hinterlândia cafeeira na cidade de Mata Verde, que está localizada entre o norte de Minas Gerais e Sul da Bahia, área conhecida também como “Vale do Jequitinhonha”. Devido à alta produção do café e com a perspectiva futura de melhoria da cidade nos próximos anos segundo o SEBRAE (2015), será proposto uma nova infraestrutura com o objetivo de alavancar o desenvolvimento da cidade a partir de modelos de incubadora que traga investimentos e novas técnicas para a cidade, assim como gerar novas condições a população localA extensão terá como suporte o trabalho acadêmico denominado “Zonas de Hinterlândia para o Desenvolvimento de Áreas Interiores de Minas Gerais: O Plantio do Café como Estratégia Geradora de Economia e Fomento a Urbanidade Territorial.”, da aluna graduanda Mariana Chaves Moura que trabalhará e doará o resultado do seu projeto de trabalho final de graduação, que consiste na elaboração de uma incubadora de desenvolvimento econômico para o café, com a seguinte características iniciais como um subproduto da extensão e sendo um impulsionador para o desenvolvimento local. Estabelece-se assim a área de compra para cafeicultores, área de vendas, área de insumos agrícolas, área de seminários, área de beneficiamento do café, polo/laboratório tecnológico para estudo dos grãos e plantio, área de estocagem, espaço de secagem mecânica, instalações sanitárias, refeitórios, depósito de maquinários, área para estocagem de produtos, áreas de classificação do café, área de moagem e empacotamento.

Mata Verde 150.png

FIGURA 1: Mapa da área urbana de Mata Verde; elaborado para a proposta pelos pesquisadores.

As áreas propostas versam não apenas a cadeia produtiva, mas também o desenvolvimento dos próprios trabalhadores e a geração de empregos, sendo eles contratantes ou assalariados.
Os produtos finais gerados na pesquisa em conjunto com os agentes da cidade Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (EMATER), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Mata Verde, Prefeitura de Mata Verde - MG, Escola Municipal de Mata Verde, possibilitará instigar os seguintes resultados:
1. Cartilhas de relação social com a temática de saúde pública;
2. Plano de desenvolvimento e ação social para a cidade;
3. Revitalização dos espaços públicos;
4. Oficina de 6 horas visando a sustentabilidade;
5. Curso de 12 horas de planejamento de produção para auxiliar os cafeicultores locais;
6. Oficina de 4 horas sobre a importância da cultura do café e suas tecnologias com os alunos da Escola Estadual de Mata Verde;
7. Oficina de 4 horas visando o ensino de cultivo de hortaliças para mães;
8. Produção de tendas e equipamentos de auxílio aos apanhadores na colheita;
O estabelecimento destes cursos de suporte, ocorrerão como um processo de melhoria de mão de obra e qualificação profissional, devendo inicialmente ocorrer em:
18/10/2021.
Esta data consiste com as visitas “In Loco” que ocorrerão em:
18/10/2021 a 22/10/2021.

[ EQUIPE ]

PROFESSORES 

Carlos%20Foto_edited.jpg

Carlos A. Hernández A.

FAU MACKENZIE - São Paulo

PAULO CORREIA.jpg

Paulo Roberto Correia

FAU MACKENZIE - São Paulo

Carlos Murdock.jpg

Carlos Murdoch

UVA - Rio de Janeiro

edgar Eduardo Roa Castillo 1_edited.jpg

Edgar Eduardo Roa Castillo

Universidad la Gran Colombia

Claudia Lima.jpg

Claudia Lima Garcia

FAUG - Chile

COLABORADORES

Paula Von Zeska.jpg

Paula  Toledo

FAU USP - São Paulo

Nicolás_edited.jpg

Nicolás F. Parra-Urbina

FAUG - Chile

DISCENTES

raquel.jpg

Raquel Ferraz Zamboni

FAU MACKENZIE - São Paulo

Mariana Chaves Moura.jpg

Mariana Chaves Moura

FAU MACKENZIE - São Paulo

Eduardo Riffo.jpg

Eduardo Alejandro Riffo Durán

FAUG - Chile

WhatsApp Image 2021-11-19 at 13.44_edited.jpg

Guilherme Gallo Cavenaghi

FAU MACKENZIE - São Paulo

Luciana_edited.jpg

Luciana Junqueira Candido

FAU MACKENZIE - São Paulo

Paola_Serafim_Filócomo.jpg

Paola Serafim Filócomo

FAU MACKENZIE - São Paulo

Bruna_edited.jpg

Bruna Leticia de Fraga

FAU MACKENZIE - São Paulo

isa_edited.jpg

Isabella Basile Sposito

FAU MACKENZIE - São Paulo

Bia_edited.jpg

Beatriz Duarte

FAU MACKENZIE - São Paulo

[ DESENVOLVIMENTO ]

ELER 2021 - 2° ENCUENTRO LATINOAMERICANO DE ESTUDOS DEL RURURBANO

eler.jpeg

O rururbano é uma configuração territorial que pode estar localizada nas margens campo-cidade e no rural excêntrico. É uma categoria territorial contemporânea que marca o uso do solo denominado suburbano no seu modo de vida, na sua dinâmica e impacta o que chamamos de rururbano. A partir dessa premissa, junto com diferentes universidades da América Latina, realizaremos o 2º ENCONTRO LATINOAMERICANO DO RURURBANO, com o objetivo de ampliar o conhecimento científico e a projeção de políticas nas nossas regiões.

05f944a4-92a6-4e9e-9a9f-b0b25217fd30.jpg
9efb93ee-aead-406f-91f6-af402162d971.jpg

Mariana Chaves Moura
Carlos Andrés Hernández Arriagada

3° CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIDADANIA, ESPAÇO PÚBLICO E TERRITÓRIO

3ciecit.jpeg

"O 3° Congresso Internacional de Cidadania, Espaço Público e Território acontece de 3 à 5 de Novembro de 2021 no Brasil, na cidade de Pelotas. O evento é promovido pelo Laboratório de Estudos Comportamentais da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Juntamente com o Laboratório, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFPel sedia o evento, de modo online devido a pandemia, com o apoio do Projeto PlaceAgePrograma de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFPel e Universidad La Gran Colombia. O Simpósio também é desenvolvido com o apoio do LabCom Hospitalar e do Centre for Healthy Cities, Ageing and Citizenship, o qual faz parte do Programa Institucional de Internacionalização da UFPel – CAPES PRINT. Esse é um evento mundial que ocorre anualmente em diferentes países; o último foi sediado em Bogotá e promovido pela Universidad La Gran Colombia."

Para o congresso a equipe da Extensão desenvolveu a seguinte prancha que foi apresentada como pôster no evento 

Prancha Mata Verde R01.png

EGAL 2021 - XVIII ENCUENTRO DE GEOGRAFÍAS DE AMERICA LATINA

18-encontro-egal-cfp.jpg

O XVIII “Encontro de Geografias da América Latina” (EGAL) realizado em conjunto com o VIII Congresso Nacional de Geografia das Universidades Públicas da República Argentina acontecerá na cidade de Córdoba-Argentina, nos dia 30, 1, 2, 3 e 4 de novembro de 2021.
Tem o objetivo de fortalecer a produção do conhecimento geográfico como contribuição para a construção de uma sociedade mais justa, equitativa, inclusiva e solidária, em pleno exercício da democracia, nos reunimos sob o lema “Construindo conhecimento emancipatório dos e para os territórios”.

egal2 30.11.21.jpeg
egal 30.11.21.jpeg
LOGO LAB.png
BRASIL_Universidade Presbiteriana Macken
BRASIL_Universidade Veiga de Almeida - R
BRASIL_Universidade_de_São_Paulo_IEA.png
NYIT.png
Universidad Sociedade Educacional de San
RJ.png
CHILE_Universidad de Concepcion.png
UNIBE.png
DOCAS DO RIO.png
RJ 1.png
RJ PREFEITURA.png
Santisima concepcion.png
cimp chile.png
PARTE DE ARRIBA copia.jpg